14 de Novembro – Dia Mundial da Diabetes

O dia 14 de novembro foi escolhido pela IDF – International Diabetes Federation como o Dia Mundial da Diabetes. Hoje, em especial, alerta-se para esta doença que atinge cerca de 10% dos adultos (entre os 25 e os 74 anos) em Portugal, sendo que 44% destas pessoas nem sequer sabe que sofre desta enfermidade. Não é só um problema português: em todo o mundo, um em cada onze adultos são diabéticos, sendo a população urbana especialmente atingida.

Apesar de ser uma doença com mais incidência nos homens, este ano a IDF adotou como lema “A mulher e a diabetes”. Em todo o mundo 199 milhões de mulheres sofrem com a doença, com a agravante de muitas também sofrerem ou terem sofrido de diabetes gestacional, um tipo de diabetes que tem vindo a aumentar devido às gravidezes serem cada vez mais tardias. Esta é uma doença com cada vez mais impacto, e estima-se que em 2030 o número de diabéticos a nível mundial seja superior a 552 milhões.

Considerada a “epidemia” do século XXI pela Organização Mundial de Saúde, a diabetes é uma doença com causa direta no estilo de vida, provocando elevados níveis de açúcar no sangue e com implicações em todos os órgãos do corpo humano, com grande impacto nos pés. Segundo um relatório do Observatório Nacional da Diabetes, a Diabetes Tipo 2 mata doze pessoas por dia e amputa outras três, isto somente em Portugal! É importante passar certas mensagens de sensibilização sobre a doença como:

  • Consumir água em vez de bebidas açucaradas como refrigerantes e sumos;
  • Consumir fruta fresca com moderação;
  • Reduzir o consumo de álcool;
  • Restringir o consumo de gorduras insaturadas;
  • Em caso de excesso de peso, é importante fazer uma dieta acompanhada por um especialista.

Trata-se de um dos maiores desafios de saúde pública. Caso tenhas um fator de risco como excesso de peso, pré-disposição hereditária, idade, colesterol alto, hipertensão arterial e pré-diabetes deves consultar o teu médico de família e medir os níveis de açúcar no sangue com frequência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Excedeu o tempo limite. Por favor preencha o CAPTCHA de novo.