Allianz Capítulo Perfeito aguarda condições ideais para escrever as páginas decisivas

Capitulo Perfeito

Organização pretende concluir a prova com tubos, o que deve suceder já amanhã.

O Allianz Capítulo Perfeito, que sexta levou a sua quarta edição até às ondas de Carcavelos, ficou on hold perante a perspectiva de melhores condições esta semana. A opção de interromper o campeonato, adiando a etapa decisiva (meias-finais e final) para terça ou quarta-feira foi tomada em nome do surf e da essência do evento. Como afirmou o organizador Rui Costa, “O Capítulo Perfeito é um evento de tubos e, como tal, tem de acontecer em condições perfeitas”, pelo que a decisão, apesar de arriscada, contou com o apoio dos patrocinadores do evento e dos atletas ainda em prova.

E as ondas que deram ontem à costa na praia da Linha até tiveram bastante qualidade (com sets a rondar 2 metros de altura), faltando porém a quantidade desejável de tubos para um campeonato com características tão especiais: a “manobra rainha”, que constitui o ADN do evento, rendeu “apenas” 7 notas acima dos 6 pontos.

O bi-campeão Nicolau Von Rupp foi o grande protagonista da jornada competitiva, ao contribuir com as duas notas mais altas do dia (9,00 e 8,00) para a referida estatística. Outros atletas em destaque foram o brasileiro Bruno Santos (com um 7,50 e um 6,00 foi mesmo o único estrangeiro a conseguir carimbar passagem para as meias-finais), Filipe Jervis e o veterano Rodrigo Herédia. Tiago Pires, Miguel Blanco, Ruben Gonzalez e Marlon Lipke completam a lista de semi-finalistas.

Nota obrigatória para um momento que marcou de forma indelével a abertura desta quarta edição do Allianz Capítulo Perfeito: antes do arranque da prova, os atletas juntaram-se na areia para desenhar um círculo em homenagem a Ricardinho dos Santos, surfista brasileiro desaparecido em Janeiro sob circunstâncias trágicas, cerimónia seguida por um sentido minuto de silêncio em memória do atleta convidado para o evento.

Aguarda-se, assim, que a previsão de entrada de uma ondulação grande acompanhada por ventos favoráveis à formação de ondas tubulares se concretize, de forma a permitir a conclusão deste capítulo na perfeição. Além de um campeão por apurar, existem também vários prémios especiais por entregar: melhor tubo (atribuído pela Allianz, no valor de 2.000€); maior wipeout (Nixon, 500€) e melhor claim (VonZipper, 300€).

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Excedeu o tempo limite. Por favor preencha o CAPTCHA de novo.