As mais belas e curiosas tradições de Natal no mundo

O Natal é uma época única, maravilhosa e mágica. Mas existem inúmeras formas de celebrar esta época, dependendo do país em que estamos. Por isso, partilhamos contigo algumas curiosas tradições de Natal no mundo. Todas elas são especiais e espelham como se festeja de forma diferente este momento festivo.

Na Colômbia o dia das velinhas marca o início da época natalícia. Neste dia os colombianos enchem as cidades com lanternas em honra da Virgem Maria e da Imaculada Conceição. Há mesmo competições entre bairros para ver quem tem a iluminação mais espectacular.

Na Noruega há uma curiosa tradição de Natal que existe há séculos, numa altura em que os noruegueses acreditavam que na véspera de Natal as bruxas e espíritos maus apareciam à procura de vassouras para montarem nelas. Foi assim que nasceu a tradição de esconder as vassouras que existem em casa para que não sejam roubadas pelos espíritos maus do além.

Há 50 anos que uma mega cabra com 13 metros de altura é construída na praça central da cidade de Gavle na Suécia. Isto é apenas metade desta tradição. A outra metade é que todos os anos a população tenta pegar-lhe fogo. Sim é verdade. E já a conseguiram incendiar 26 vezes.

Na cidade de São Fernando nas Filipinas, o que começou por ser um festival de pequenas lanternas de papel acesas com uma vela é hoje uma das grandes atrações do país no Natal mas com lanternas com 6 metros e com luzes eléctricas que fazem efeitos espectaculares.

Na Alemanha há o Pai Natal e o São Nicolau que na noite de 6 de Dezembro viaja de burro e visita as crianças nas escolas. Para elas ganharem rebuçados e pequenas lembranças, têm de cantar, recitar um poema ou fazer um desenho para o São Nicolau.

Em França há uma tradição bela que é cumprida no dia de Natal. Os franceses vão a casa dum inimigo para fazerem as pazes com ele. E parece que a coisa resulta grande parte das vezes. Uma tradição boa para o ano inteiro.

Estejas onde estiveres, o importante é celebrares o Natal da melhor forma, junto de quem nos é mais próximo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *