As tradições de Ano novo

Ano Novo

Comer 12 passas, usar roupa interior azul ou subir para cima de uma cadeira são as tradições mais populares nas passagens de ano portuguesas. Mas não são as únicas! Um pouco por todo o país e, pelo mundo fora, há tradições e superstições enraizadas. Apesar das pessoas não saberem a sua origem e muito menos se resultam ou não, todas estas ações visam trazer boa sorte para o novo ano que se avizinha.

Crenças à parte, fizemos uma lista do que podes fazer quando soarem as 12 badaladas:

Fazer barulho: uma das superstições mais antigas e usadas pelo mundo inteiro é a de fazer barulho para espantar os maus espíritos e os velhos fantasmas que assombraram o ano anterior. Vale fazer todo o tipo de barulho: gritar, assobiar, buzinar, bater em panelas ou lançar foguetes.

Atirar objetos velhos pela janela: era uma tradição portuguesa dos anos 50 e 60 mas foi obrigada a acabar por causar demasiado lixo nas ruas. Aconselha-se a ter a casa limpa e livre de lixos e objetos velhos e desnecessários, para não levar as energias negativas de um ano para o outro.

Roupa nova: fazer a cama com lençóis novos e usar roupa interior por estrear é uma das tradições que diz atrair o amor e a sorte para o ano que se aproxima. Quanto à cor a usar é que já não há consenso, já que a cada cor corresponde um desejo. Supostamente, o azul traz boa sorte, o vermelho sucesso amoroso, o amarelo mais dinheiro no banco, o branco paz para o mundo e o castanho favorece a carreira profissional.

Dinheiro no bolso: aconselha-se a passar a meia-noite com dinheiro nos bolsos porque, caso eles estejam vazios, isso pode-se prolongar durante todo o ano. Uma tradição mais antiga é a de colocar uma nota no sapato do pé direito até fazer a primeira compra com essa mesma nota – segundo uma crença oriental, a energia entra pelo corpo através dos pés e assim este gesto atrai mais dinheiro.

Subir a uma cadeira ou degrau à meia-noite e com o pé direito, é sinal de prosperidade e de subida na vida. Há variantes desta tradição: também podes ter uma nota na mão para atrair mais dinheiro, dar três saltos com uma taça de champanhe na mão, sem o derramar, e depois atirar a bebida para trás sem olhar, para deixar as coisas más no ano que passou. As pessoas que atingires com o champanhe também terão boa sorte para o novo ano.

Brindar sempre com álcool e nunca com água! Este hábito segue a ideia antiga das bebidas alcoólicas trazerem vitalidade e saúde. Para renovar as forças deves guardar a rolha de champanhe que foi aberta e só deitar fora no ano seguinte.

12 passas ou 7 sementes de romã: por cada uma das 12 badaladas deves comer uma passa e pedir um desejo para cada mês do ano novo. Na última badalada podes atirar uma moeda ao ar ou saltar com o pé direito. Para quem não aprecia o sabor das passas, há também a tradição brasileira das 7 sementes de romã. Deves “roê-las” na noite de réveillon, embrulhá-las num guardanapo e guardá-las na carteira.

O que comer e não comer: há uma curiosa superstição de não comer carnes de aves na última refeição do ano para evitar que a felicidade voe para longe. Pelo contrário, o chocolate é uma das coisas que deves comer, já que atrai riquezas.

Mergulhos no mar: se vais passar a passagem de ano a uma zona costeira não podes deixar de participar no ritual do primeiro mergulho do ano. Diz-se que esta tradição faz renovar as energias e dá saúde para todo o ano.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Excedeu o tempo limite. Por favor preencha o CAPTCHA de novo.