Como é ser vegan em Portugal?

Uma alimentação onde o queijo, leite, mel, carne e peixe não entram. Esta costuma ser a explicação mais simples para dizer o que come uma pessoa vegan (ou vegana). O veganismo vai muito para lá da alimentação, é considerada uma filosofia de vida que exclui tudo o que é de origem animal, tais como artigos de pele, lã, seda, e ainda evitam artigos provenientes de alguns tipos de exploração animal, tais como produtos de higiene testados em animais, marcas que patrocinam touradas, corridas de cavalos, caça, pesca, entre outros.

Na realidade, ser vegan em termos alimentares é aquilo a que chamamos ser vegetariano, e que muitas vezes é confundido com ser ovo-lacto-vegetarianos (pessoas que não comem nem carne nem peixe, mas comem lacticínios e ovos). Um estudo promovido pelo Centro Vegetariano e divulgado este ano, o número de vegetarianos em Portugal quadruplicou nos últimos dez anos. São agora 120 mil os portugueses com uma alimentação do tipo vegetariano, sendo que metade são vegans.

Nuno Alvim, presidente da Associação Vegetariana Portuguesa (AVP), reconhece que os portugueses estão a reduzir o consumo de produtos de origem animal nos últimos anos, devido a uma maior preocupação com a saúde, com o ambiente e com os animais. Há cada vez mais procura nas secções de produtos naturais, vegetarianos e biológicos e a quantidade de opções já existentes em supermercados, assim como o número de restaurantes vegetarianos não para de aumentar.

Ainda este ano foi definida a obrigatoriedade da opção vegetariana nas cantinas públicas, desde o início do ano letivo. A Direção-Geral de Saúde publicou manuais direccionados à alimentação vegetariana nas crianças que mostram que esta alimentação é adequada a todas as fases da vida.

O Presidente da AVP refere ainda é cada vez mais fácil ser-se vegan em Portugal e que esta alimentação não se trata de uma moda nem de uma dieta – é um estilo de vida com um crescimento continuo e estável, cada vez mais prático, fácil e conveniente.

Fonte: Lusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Excedeu o tempo limite. Por favor preencha o CAPTCHA de novo.