Como fazer compras online sem riscos

Nos dias que correm, até os mais cépticos começam a fazer compras nas lojas e respetivos pagamentos através da internet. É simples, rápido e muito eficaz. Mas também existem riscos, pelo que é necessário estares atento e fazeres sempre uso de boas práticas.

A clonagem dos cartões e os vírus são os casos mais comuns, relacionados com os riscos da utilização de terminais eletrónicos e digitais, nomeadamente quando está envolvida a gestão bancária ou o uso dos cartões em pagamentos online. As vulnerabilidades existem e podem surgir facilmente com o uso de redes wi-fi públicas, métodos de autenticação débeis, instalação de apps infetadas com malware, a falta de instalação de antivírus. Como muitos dos riscos decorrem da adoção de más práticas, a prevenção tem mesmo de ser a palavra de ordem.

Segundo o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2016, as burlas informáticas cresceram mais 7,9% face ao ano anterior, um indicativo que sensibiliza as plataformas bancárias para tipo de transações. Os bancos têm feito um investimento considerável na sensibilização para este problema e consideram-no crítico para o seu negócio. Mas é também responsabilidade de cada um de nós tomar medidas preventivas!

 

Para te ajudar, deixamos aqui dez dicas de Segurança:

  • Usa software devidamente credenciado e sempre atualizado;
  • Protege as ligações da internet, com anti-vírus e uma firewall atualizados;
  • Não abras hiperligações de origem desconhecida;
  • Evita utilizar equipamentos públicos que possam facilitar o acesso a códigos ou dados que devem manter-se confidenciais;
  • Tem o hábito de limpar a cache dos seus acessos online;
  • Apaga informação privada do disco do teu computador;
  • Usa apenas sites seguros, certificando-te que o URL começa com https://;
  • Verifica regularmente os teus movimentos bancários;
  • Em caso de extravio do teu dispositivo móvel, contacta o teu operador para bloquear o teu telefone;
  • Em caso de fraude contacta imediatamente a tua entidade bancária e participa a um órgão da polícia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Excedeu o tempo limite. Por favor preencha o CAPTCHA de novo.