Dicas para poupar dinheiro

Nos dias que correm é fundamental estares atento ao teu dinheiro, pois nunca se sabe o dia de amanhã. Assim é necessário começar a poupá-lo! Seja para eliminar todas as suas dívidas, criar um fundo de maneio ou simplesmente equilibrar as finanças pessoais, existem muitos truques para poupar dinheiro. Deixamos aqui algumas propostas.

1.Regista todas as despesas. Pode parecer um trabalho infindável e chato, mas esta é a forma ideal para descobrir se estás a gastar dinheiro desnecessariamente e onde podes poupar.

2.Toma o pequeno-almoço em casa. Mais simples é impossível. Mesmo que penses que o valor que gastas no croissant com fiambre e na meia de leite é irrisório, se multiplicares por todos os dias do mês, vais ver que afinal esse dinheiro pode servir para pagar outras contas.

3.E quem diz pequeno-almoço, diz almoço e lanche! Esta é outra forma de poupar dinheiro e, ao mesmo tempo, comer de forma saudável. É mais fácil controlar o que se come, evitando cair na tentação de se

4.Se podes ir almoçar a casa, vai! Se não, porque não levar o almoço de casa – uma boa sanduíche, um iogurte e fruta ou então um Tupperware com os restos do jantar para aquecer no microondas do escritório! Tem sempre contigo bolachas e fruta para um lanche saudável e económico!

5.Resiste à tentação de comer constantemente fora: em alternativa vai almoçar ao parque da cidade e leva um piquenique; ou da próxima vez que marcares um jantar de amigos, porque não fazê-lo em casa e pedir a cada um para trazer um salgado, um doce ou uma garrafa de vinho.

5.Não deites comida fora! O que sobrar do jantar pode perfeitamente servir de almoço ou então ser reaproveitado na noite seguinte.

6.Aproveita os cupões e talões que muitos supermercados e hipermercados oferecem aos seus clientes, mas tem cuidado para adquirir apenas aqueles produtos que habitualmente compras ou que têm real utilidade para ti.

7.Quando fores ao supermercado fazer as compras semanais ou mensais, leva uma lista detalhada das coisas que precisas…e limita-te a comprar apenas aquilo que está escrito! Assim, será mais fácil manteres-te dentro do teu orçamento, não gastando desnecessariamente.

8.Diz não aos sacos plásticos que hoje em dia têm que ser comprados em grande parte dos supermercados. Tem sempre contigo alguns sacos suplentes ou então adquire sacos de compras em tecido que possam ser reutilizados vezes sem conta!

9.Reduz as despesas mensais fixas: será que precisas de tantos canais de televisão? Quantos é que realmente vês? Põe em prática estas dicas de como poupar água e eletricidade.

10.Deixa o carro em casa. Tens várias outras opções à escolha – carpooling (combine com os colegas do escritório e cada semana apenas um leva carro e dá boleia aos restantes), vá de transportes públicos, a pé ou de bicicleta! Livre-se das filas de trânsito e das voltinhas e mais voltinhas à procura de estacionamento!

11.Aproveia os saldos para comprar roupa para o ano seguinte e não só. Muitas vezes, encontrarás restos de coleção do Outono/Inverno nos saldos de Verão e vice-versa, mas dás-lhes pouca atenção porque afinal está calor! Passa a procurar esses artigos e prepara-te para os meses frios a metade do preço!

12.És daquelas pessoas que está inscrita no ginásio há um ano e se aproveitou um mês foi muito?! Já pensaste que existem inúmeras formas de praticar exercício físico de forma mais barata ou até gratuita? Caminhar, correr ou andar de bicicleta são apenas alguns exemplos.

13.Aproveita as ofertas culturais gratuitas que existem um pouco por toda a parte. Está atento à agenda cultural e desfruta de concertos ao ar livre, palestras e workshops na biblioteca municipal ou teatro infantil no centro comercial. Em muitos museus as entradas aos domingos de manhã são gratuitas, por exemplo.

14.Estipula um valor mensal para pôr de lado e não deixes de o fazer! Podes por exemplo subscrever uma conta poupança. Em alternativa, compra um mealheiro e, no final do dia, coloca lá todas as moedas que tiveres na carteira.

Mesmo que não consigas cumprir todas estas dicas, o importante é adquirir novos hábitos de poupança.

Temas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *