“Geração Segura e Saudável” é o tema deste ano do Dia Mundial para a Segurança e Saúde no Trabalho

Dia 28 de abril é o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho. Para este ano foi criada uma campanha global, com foco na necessidade de acabar com o trabalho infantil e melhorar a segurança e a saúde dos jovens trabalhadores, tudo por uma “Geração Segura e Saudável”.

Todas as crianças têm o direito de estar livres de qualquer forma de trabalho infantil e todos os trabalhadores têm o direito de ter locais de trabalho seguros e saudáveis. Em termos globais há cerca de 541 milhões de jovens trabalhadores, entre os 15 e os 24 anos, são 15% da força de trabalho mundial e correspondem a 40% das lesões não-fatais em ambiente de trabalho.

São inúmeros os factores que contribuem para que o trabalho infantil e juvenil tenha uma alta taxa de acidentes e doenças relacionadas. A campanha deste ano quer alcançar a Meta 8.8 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: “Proteger os direitos trabalhistas e promover ambientes de trabalho seguros e protegidos para todos os trabalhadores” e também a Meta 8.7, eliminando todas as formas de trabalho infantil.

As crianças e os jovens trabalhadores são especialmente vulneráveis aos perigos nos locais de trabalho. São muito menos capazes de avaliar os riscos, têm muito menos experiência e habilidade para certos trabalhos – isto tudo aumenta o risco de acidentes laborais. Todos os trabalhadores têm o direito de se recusarem a realizar trabalhos que apresentem perigo imediato para a sua segurança e saúde, assim como estarem protegidos por uma estratégia integrada que promova uma cultura de prevenção e que busca identificar e eliminar todos os riscos de segurança. Todos os jovens trabalhadores devem ter uma formação de saúde e segurança no trabalho, assim como formação sobre as suas tarefas diárias antes de começarem em ambiente de trabalho.

É de extrema importância que a segurança e a saúde no trabalho sejam promovidas em todos os ambientes – ao se eliminar o trabalho infantil e melhorar a segurança e a saúde dos jovens trabalhadores, vai ser possível que numa próxima geração os trabalhadores sejam mais produtivos, remunerados de forma justa, repondo assim a justiça social para todos.

De destacar a obrigatoriedade de todos os trabalhadores em Portugal, sejam independentes ou por conta de outrem, terem um Seguro de Acidentes de Trabalho, que protege os colaboradores e também a estabilidade dos negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *